Aṅguttara Nikāya 8.56

BhayaSutta

Medo

“Bhikkhus, (1) ‘medo’ é uma designação para os prazeres sensuais. (2) ‘Sofrimento’ é uma designação para os prazeres sensuais. (3) ‘Enfermidade’ é uma designação para os prazeres sensuais. (4) ‘Abscesso’ é uma designação para os prazeres sensuais. (5) ‘Flecha’ é uma designação para os prazeres sensuais. (6) ‘Grude’ é uma designação para os prazeres sensuais. (7) ‘Pântano’ é uma designação para os prazeres sensuais. (8) ‘Útero’ é uma designação para os prazeres sensuais.

“Por que, bhikkhus, ‘perigo’ é uma designação para os prazeres sensuais? Alguém excitado pelo desejo sensual, atado pelo desejo e paixão, não está livre do perigo nesta vida, ou do perigo em vidas futuras; assim ‘perigo’ é uma designação para os prazeres sensuais.

“Por que ‘sofrimento’ … ‘enfermidade’ … ‘abscesso’ … ‘flecha’ … ‘grude’ … ‘pântano’ … ‘útero’ é uma designação para os prazeres sensuais? Alguém excitado pelo desejo sensual, atado pelo desejo e paixão, não está livre do útero nesta vida, ou do útero em vidas futuras; assim ‘ útero ‘ é uma designação para os prazeres sensuais.”

Perigo, sofrimento, e enfermidade,
uma abscesso, uma flecha, e um grude,
um pântano e um útero:
estes descrevem os prazeres sensuais
aos quais o mundano está apegado.
Estando imerso no prazeroso,
ele novamente retorna ao útero.
Mas quando um bhikkhu é ardente
e não negligencia a plena consciência,
desse modo ele transcende
esse atoleiro miserável;
ele inspeciona esta população trêmula
que caiu para o nascimento e envelhecimento.