Itivuttaka 103

Samanabrahmana Sutta

Contemplativos e Brâmanes

Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: “Bhikkhus todos contemplativos e brâmanes que não compreendem como na verdade é: ‘Isto é sofrimento’; ‘Esta é a origem do sofrimento’; ‘Esta é a cessação do sofrimento’; ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento’—esses contemplativos e brâmanes não são considerados por mim serem verdadeiros contemplativos entre contemplativos, serem verdadeiros brâmanes entre brâmanes. Esses veneráveis permanecem sem terem realizado por si mesmos, aqui e agora, através do conhecimento direto, o objetivo de ser um contemplativo, o objetivo de ser um brâmane.

“Mas, bhikkhus todos contemplativos e brâmanes que compreendem como na verdade é: ‘Isto é sofrimento’; ‘Esta é a origem do sofrimento’; ‘Esta é a cessação do sofrimento’; ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento’—esses contemplativos e brâmanes são considerados por mim serem verdadeiros contemplativos entre contemplativos, serem verdadeiros brâmanes entre brâmanes. Esses veneráveis permanecem tendo realizado por si mesmos, aqui e agora, através do conhecimento direto, o objetivo de ser um contemplativo, o objetivo de ser um brâmane.”

Aqueles que não compreendem o sofrimento,
ou como o sofrimento é produzido,
ou onde o sofrimento finalmente cessa
sem deixar vestígios,
e que não conhecem o caminho,
que conduz ao fim do sofrimento—
eles estão desprovidos da libertação da mente
e também carecem da libertação através da sabedoria;
incapazes de dar um fim,
eles seguem para o nascimento e morte.

Mas aqueles que compreendem o sofrimento,
e como o sofrimento é produzido,
e onde o sofrimento finalmente cessa
sem deixar vestígios,
e que conhecem o caminho,
que conduz ao fim do sofrimento—
eles possuem a libertação da mente
e também a libertação através da sabedoria;
capazes de dar um fim,
eles nunca mais regressam para o nascimento e morte.