Itivuttaka 90

Aggappasada Sutta

Objetos de Fé

Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: “Há esses três objetos supremos de fé. Quais três?

“Entre todos os seres que possam existir—sem patas, com duas patas, quatro patas, muitas patas; com forma ou sem forma; perceptivos, não perceptivos, nem perceptivos nem não perceptivos—o Tathagata, um arahant, perfeitamente iluminado, é considerado supremo. Aqueles que têm fé no Iluminado depositam fé naquilo que é supremo; e para aqueles que têm fé no que é supremo, supremo será o resultado.

“Entre todos os fenômenos que são condicionados ou incondicionados, o desapego é declarado como supremo dentre todos, isto é, subjugar a presunção, remover as impurezas, remover a permanência, interromper o ciclo, destruir o desejo, desapego, cessação, nibbana. Aqueles que têm convicção no Dhamma têm convicção no supremo e para aqueles que têm convicção no que é supremo, supremo será o resultado.

“Entre todas as comunidades ou grupos que possam haver, a Sangha dos discípulos do Tathagata é considerada suprema—isto é, os quatro [grupos dos nobres discípulos] quando tomados como pares, os oito quando tomados como indivíduos. Aqueles que têm fé na Sangha têm fé naquilo que é supremo; e para aqueles que têm fé no que é supremo, supremo será o resultado.

“Esses, bhikkhus, são os três objetos supremos de fé.”

Com fé, compreendendo que o Dhamma supremo é supremo;
fé no supremo Buda, insuperável merecedor de oferendas;
fé no supremo Dhamma, a calma do desapego, bem-aventurança;
fé na suprema Sangha, insuperável como um campo de mérito;
tendo dado oferendas para o que é supremo,
ele desenvolve mérito supremo,
vida longa e beleza, fama, honra,
felicidade e poder.

Tendo dado para aquilo que é supremo,
a pessoa sábia, centrada no supremo Dhamma,
quer seja tornando-se um ser divino ou humano,
se alegra, tendo realizado aquilo que é supremo.