Majjhima Nikāya 132

Ānanda­bhadde­karatta Sutta

Ānanda e Uma Única Noite Excelente

Assim ouvi. Em certa ocasião o Abençoado estava em Sāvatthī no Bosque de Jeta, no Parque de Anātha­piṇḍika.

Agora naquela ocasião o venerável Ānanda estava instruindo, motivando, estimulando e encorajando os bhikkhus com um discurso do Dhamma no salão de assembléias. Ele estava recitando o sumário e a análise ‘Daquele que teve uma única Noite Excelente.’

Então, ao anoitecer, o Abençoado levantou da meditação e foi até o salão de assembléias. Ele sentou num assento que havia sido preparado e perguntou aos bhikkhus: “Bhikkhus, quem estava instruindo, motivando, estimulando e encorajando os bhikkhus com um discurso do Dhamma no salão de assembléias? Quem estava recitando o sumário e a análise ‘Daquele que teve uma única Noite Excelente?’”

“Era o venerável Ānanda, venerável senhor.”

Então o Abençoado perguntou ao venerável Ānanda: “Ānanda, como você estava instruindo, motivando, estimulando e encorajando os bhikkhus com um discurso do Dhamma, e recitando o sumário e a análise ‘Daquele que teve uma única Noite Excelente?’”

“Eu estava dizendo isto, venerável senhor:

“‘Que ninguém reviva o passado … (Igual ao MN 131.3–10) que teve uma única noite excelente.’

“Eu estava instruindo, motivando, estimulando e encorajando os bhikkhus com um discurso do Dhamma assim, e recitando o sumário e a análise ‘Daquele que teve uma única Noite Excelente’ assim.”

“Muito bem, Ānanda! É bom que você tenha instruído, motivado, estimulado e encorajado os bhikkhus com um discurso do Dhamma assim, e recitado o sumário e a análise ‘Daquele que teve uma única Noite Excelente’ assim:

“Que ninguém reviva o passado … (Igual ao MN 131.3–10) que teve uma única noite excelente.”

Isso foi o que disse o Abençoado. Os bhikkhus ficaram satisfeitos e contentes com as palavras do Abençoado.