COLEÇÃO DAS REGRAS MONÁSTICAS DO BUDISMO THERAVĀDA

O Código de Disciplina Monástica dos Bhikkhus

Regras Saṅghādisesā 1: Sobre a emissão de sêmen

Veneráveis, estas treze regras sanghadisesa surgiram para serem recitadas.

História de origem

Primeiro sub-relato

Certa ocasião, o Abençoado estava em Savatthi, no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Naquela época, Venerável Seyyasaka se encontrava insatisfeito com a vida espiritual e havia se tornado magro, abatido e pálido, tendo membros marcados por veias salientes e visíveis. O Venerável Udāyī o viu naquela condição e lhe disse: “Seyyasaka, você não está bem. Você se encontra descontente com a vida espiritual?”

“Sim”.

“Pois bem, coma, durma e se banhe tanto quanto desejar e, sempre que lhe surgir o descontentamento e desejo, use sua mão para emitir sêmen.”

“Mas isso é permitido?”

“Sim, eu o faço também.”

Então o Venerável Seyyasaka comeu, dormiu e se banhou tanto quanto ele desejou e, sempre que lhe surgiu o descontentamento e desejo, ele usou sua mão para emitir sêmen. Depois de algum tempo, o Venerável Seyyasaka se tornou se tornou corado, com características arredondadas, rosto radiante, e pele clara e brilhante. Bhikkhus que eram seus amigos lhe disseram: “Seyyasaka, você costumava ser magro, abatido e pálido, tendo membros marcados por veias salientes e visíveis. Mas agora você se encontra corado, com características arredondadas, rosto radiante, e pele clara e brilhante. Você está tomando algum medicamento?”

“Não. Eu apenas como, durmo e me banho tanto quanto desejo e, sempre que me surge o descontentamento e desejo, eu uso minha mão para emitir sêmen.”

“Você come a comida esmolada oferecida pelos fiéis com a mesma mão que você usa para emitir sêmen?”

“Sim”.

Os bhikkhus de poucos desejos… se queixaram e o criticaram: “Como pôde o Venerável Seyyasaka usar sua mão para emitir sêmen?”

Eles repreenderam o Venerável Seyyasaka de muitas maneiras e em seguida, informaram ao Abençoado o ocorrido. O Abençoado então convocou a sangha dos bhikkhus e questionou o Venerável Seyyasaka: “É verdade, Seyyasaka, que você usa sua mão para emitir sêmen?”

“Sim, Abençoado”.

O Abençoado então o repreendeu: “Não é adequado, homem tolo, não é conveniente, não é apropriado, não é digno de um contemplativo, não é correto, não deve ser feito. Como pôde você usar sua mão para emitir sêmen? Não é o caso que eu ensinei de várias formas objetivando o fim do desejo e não a luxúria; objetivando a liberdade da escravidão, e não a permanência no cativeiro; objetivando o desapego, e não o apego? Tendo eu desta forma ensinado, como pôde você ter se entregado ao desejo, ao cativeiro e ao apego? Não é o caso que eu ensinei de diversas formas tendo como o objetivo o abandono da luxúria, o fim da presunção, a remoção de sede, o desenraizamento do apego, o interrompimento do ciclo de renascimentos, o fim do desejo, o desaparecimento, a cessação e a extinção do sofrimento? Não é o caso que eu de várias maneiras declarei o abandono dos prazeres sensuais, o pleno entendimento da percepção dos prazeres sensuais, a eliminação da sede pelos prazeres sensuais, a cessação dos pensamentos acerca de objetos de prazer sensual, o acalmar da febre dos prazeres sensuais? Homem tolo, isto não fará surgir fé naqueles ainda sem fé, nem tampouco fará aumentar a fé daqueles que já a têm, mas isso dificultará o surgimento da fé naqueles ainda sem fé, e fará com que aqueles com fé mudem suas mentes.” Então, depois de repreender o Venerável Seyyasaka de muitas maneiras, por ser difícil de suportar… O Abençoado disse: “E então, bhikkhus, esta regra de treinamento deve ser assim recitada:

Primeira regra preliminar

“Emissão intencional de sêmen é uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão”.

Desta forma o Abençoado estabeleceu esta regra de treinamento para os bhikkhus.

Segundo sub-relato

Certa vez, após terem comido comida deliciosa alguns bhikkhus adormeceram sem atenção plena e clara compreensão e emitiram sêmen enquanto sonhavam. Eles se tornaram ansiosos, e pensaram: “O Abençoado estabeleceu uma regra de treinamento que diz que a emissão intencional de sêmen é uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. Nós experimentamos a emissão de sêmen enquanto sonhávamos, e isto envolve a intenção. Será que nós cometemos uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão?” Eles informaram o Abençoado, e ele disse: “Bhikkhus, há intenção envolvida, mas é insignificante. E então, bhikkhus, esta regra de treinamento deve ser assim recitada:

Regra final

“Emissão intencional de sêmen, exceto quando enquanto se sonha, é uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão”.

Definições

Intencional: sabendo, entendendo, intencionando, decidindo, ele transgride.

Sêmen: Há dez cores ou tipos de sêmen: azul, amarelo, vermelho, branco, da cor do soro de leite, transparente como água, transparente como óleo, da cor do leite, da cor da coalhada, da cor do ghee.

Emissão: fazer sair ou expelir de onde se encontra—isto é o que se entende por “emissão”.

Exceto quando enquanto se sonha: com a exceção de quando se sonha.

Uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão: apenas a sangha dos bhikkhus—e não um grupo de bhikkhus ou um bhikkhu apenas—pode declarar a penitência devida, suspender e estabelecer a reinclusão na sangha. Portanto é dito que se comete uma ofensa que implica a suspensão. Este é o nome e definição desta classe de ofensas. Desta forma, igualmente, isto é o que se entende por cometer uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão”.

Permutações

Permutações parte 1

Resumo

Há emissão usando o próprio corpo; há emissão com um corpo externo; há emissão usando o próprio corpo e com um corpo externo; há emissão balançando no ar a pélvis.

Ereto por causa da luxúria, há emissão; ereto por causa de fezes, há emissão; ereto por causa da urina, há emissão; ereto por causa da circulação, há emissão; ereto por causa da picada de insetos, há emissão.

Há emissão por razões de saúde; há emissão por razões de prazer; há emissão por razões de medicamentos; há emissão por razão de um presente; há emissão por razão de mérito; há emissão por razão de sacrifício; há emissão por razão do paraíso; há emissão por razões de sementes; há emissão por razões de investigação; há emissão por razão de diversão.

Há emissão azul, amarela, vermelha, branca, da cor do soro de leite, transparente como água, transparente como óleo, da cor do leite, da cor da coalhada, da cor do ghee.

Definições

Usando o próprio corpo: fazendo uso do próprio corpo físico.

Com um corpo externo: fazendo uso de um corpo físico externo, seja orgânico ou inorgânico.

Usando o próprio corpo e com um corpo externo: fazendo uso de ambos.

Balançando no ar a pélvis: fazendo um esforço, o pênis fica ereto.

Ereto por causa da luxúria: com a mente tomada pelo desejo, o pênis fica ereto.

Ereto por causa de fezes: afetado por fezes, o pênis fica ereto.

Ereto por causa da urina: afetado pela urina, o pênis fica ereto.

Ereto por causa da circulação: afetado pela circulação, o pênis fica ereto.

Ereto por causa da picada de insetos: quando picado por insetos, o pênis fica ereto.

Por razões de saúde: motivado pelo pensamento “Eu me tornarei saudável.”

Por razões de prazer: motivado pelo pensamento “Eu produzirei uma sensação agradável.”

Por razões de medicamentos: motivado pelo pensamento “Haverá um medicamento.”

Por razão de um presente: motivado pelo pensamento “Eu darei um presente.”

Por razão de mérito: motivado pelo pensamento “Haverá mérito”.

Por razão de sacrifício: motivado pelo pensamento “Eu oferecerei um sacrifício.”

Por razão do paraíso: motivado pelo pensamento “Eu irei para o céu.”

Por razões de sementes: motivado pelo pensamento “Haverá uma semente”.

Por razões de investigação: motivado pelo pensamento “Será azul? Será amarelo? … Será da cor do ghee?”

Por razão de diversão: desejando se divertir, entreter.

Exposição parte 1

Se, com seu próprio corpo, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, com um corpo externo, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, usando seu próprio corpo e com um corpo externo, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, balançando no ar a pélvis, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, ereto por causa da luxúria, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, ereto por causa de fezes, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, ereto por causa da urina, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, ereto por causa da circulação, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se, ereto por causa da picada de insetos, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Exposição parte 2

Com um único propósito

Se por razões de saúde, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de prazer… Se por razões de medicamentos… Se por razão de um presente… Se por razão de mérito… Se por razão de sacrifício… Se por razão do paraíso… Se por razões de sementes… Se por razões de investigação… Se por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Objetivando certo tipo de sêmen

Se objetivando sêmen azul, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen amarelo… Se objetivando sêmen vermelho… Se objetivando sêmen branco… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen transparente como água… Se objetivando sêmen transparente como óleo… Se objetivando sêmen da cor do leite… Se objetivando sêmen da coalhada… Se objetivando sêmen da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

se encerra aqui a série básica.

Tendo dois propósitos

Se por razões de saúde e por razões de prazer, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de saúde e razões de medicamentos… Se por razões de saúde e por razão de um presente… Se por razões de saúde e por razão de mérito… Se por razões de saúde e por razão de sacrifício… Se por razões de saúde e por razão do paraíso… Se por razões de saúde e por razões de sementes… Se por razões de saúde e por razões de investigação… Se por razões de saúde e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações não conectadas com um item raiz se encerra aqui.

Se por razões de prazer e por razões de medicamentos, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de prazer e por razão de um presente… Se por razões de prazer e por razão de mérito… Se por razões de prazer e por razão de sacrifício… Se por razões de prazer e por razão do paraíso… Se por razões de prazer e por razões de sementes… Se por razões de prazer e por razões de investigação… Se por razões de prazer e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de prazer e por razões de saúde, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de medicamentos e por razão de um presente… Se por razão de um presente e por razão de mérito… Se por razões de medicamentos e por razão de sacrifício… Se por razões de medicamentos e por razão do paraíso… Se por razões de medicamentos e por razões de sementes… Se por razões de medicamentos e por razões de investigação… Se por razões de medicamentos e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de medicamentos e por razões de saúde… Se por razões de medicamentos e por razões de prazer, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão de um presente e por razão de mérito… Se por razão de um presente e por razão de sacrifício… Se por razão de um presente e por razão do paraíso… Se por razão de um presente e por razões de sementes… Se por razão de um presente e por razões de investigação… Se por razão de um presente e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão de um presente e por razões de saúde… Se por razão de um presente e por razões de prazer… Se por razão de um presente e por razões de medicamentos, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão de mérito e por razão de sacrifício… Se por razão de mérito e por razão do paraíso… Se por razão de mérito e por razões de sementes… Se por razão de mérito e por razões de investigação… Se por razão de mérito e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão de mérito e por razões de saúde… Se por razão de mérito e por razões de prazer… Se por razão de mérito e por razões de medicamentos… Se por razão de mérito e por razão de um presente, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão de sacrifício e por razão do paraíso… Se por razão de sacrifício e por razões de sementes… Se por razão de sacrifício e por razões de investigação… Se por motivos de sacrifício e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão de sacrifício e por razões de saúde… Se por razão de sacrifício e por razões de prazer… Se por razão de sacrifício e razões de medicamentos… Se por razão de sacrifício e por razão de um presente… Se por motivos de sacrifício e por razão de mérito, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão do paraíso e por razões de sementes… Se por razão do paraíso e por razões de investigação… Se por razão do paraíso e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão do paraíso e por razões de saúde… Se por razão do paraíso e por razões de prazer… Se por razão do paraíso e por razões de medicamentos… Se por razão do paraíso e por razão de um presente… Se por razão do paraíso e por razão de mérito… Se por razão do paraíso e por razão de sacrifício, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de sementes e por razões de investigação… Se por razões de sementes e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de sementes e por razões de saúde… Se por razões de sementes e por razões de prazer… Se por razões de sementes e por razões de medicamentos… Se por razões de sementes e por razão de um presente… Se por razões de sementes e por razão de mérito… Se por razões de sementes e por razão de sacrifício… Se por razões de sementes e por razão do paraíso, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de investigação e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razões de investigação e por razões de saúde… Se por razões de investigação e por razões de prazer… Se por razões de investigação e por razões de medicamentos… Se por razões de investigação e por razão de um presente… Se por razões de investigação e por razão de mérito… Se por razões de investigação e por razão de sacrifício… Se por razões de investigação e por razão do paraíso… Se por razões de investigação e por razões de sementes, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se por razão de diversão e por razões de saúde… Se por razão de diversão e por razões de prazer… Se por razão de diversão e por razões de medicamentos… Se por razão de diversão e por razão de um presente… Se por razão de diversão e por razão de mérito… Se por razão de diversão e por razão de sacrifício… Se por razão de diversão e por razão do paraíso… Se por razão de diversão e por razões de sementes… Se por razão de diversão e por razões de investigação, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações conectadas com um item raiz se encerra aqui.

Tendo três propósitos

Se por razões de saúde e por razões de prazer e por razões de medicamentos, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. … Se por razões de saúde e por razões de prazer e por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações não conectadas com dois itens raiz se encerra aqui.

Se por razões de prazer e por razões de medicamentos e por razão de um presente, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. … Se por razões de prazer e por razões de medicamentos e por razões de saúde, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Esta é a série de permutações com dois itens raiz assim se resume.

Se por razões de investigação e por razão de diversão e por razões de saúde, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. … Se por razões de investigação e por razão de diversão e por razões de sementes, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A seção sobre dois itens raiz se encerra aqui.

Tendo nove propósitos

Três itens raiz, quatro itens raiz, cinco itens raiz, seis itens raiz, sete itens raiz, oito itens raiz e nove itens raiz—todos estes são expandidos da mesma forma.

Tendo nove propósitos

Esta é a seção abrangendo todos os itens raiz:

Se por razões de saúde, por razões de prazer, por razões de medicamentos, por razão de um presente, por razão de mérito, por razão de sacrifício, por razão do paraíso, por razões de sementes, por razões de investigação, por razão de diversão, ele decide e faz um esforço, e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A seção abrangendo todos os itens raiz se encerra aqui.

Dois tipos de sêmen

Se objetivando sêmen azul e amarelo, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen azul e vermelho… Se objetivando sêmen azul e branco… Se objetivando sêmen azul e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen azul e transparente como água… Se objetivando sêmen azul e transparente como óleo… Se objetivando sêmen azul e da cor de leite… Se objetivando sêmen azul e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen azul e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações não conectadas com um item raiz se encerra aqui.

Se objetivando sêmen amarelo e vermelho, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen amarelo e branco… Se objetivando sêmen amarelo e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen amarelo e transparente como água… Se objetivando sêmen amarelo e transparente como óleo… Se objetivando sêmen amarelo e da cor de leite… Se objetivando sêmen amarelo e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen amarelo e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen amarelo e azul, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações conectadas com item raiz.

Se objetivando sêmen vermelho e branco, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen vermelho e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen vermelho e transparente como água… Se objetivando sêmen vermelho e transparente como óleo… Se objetivando sêmen vermelho e da cor de leite… Se objetivando sêmen vermelho e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen vermelho e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen vermelho e azul… Se objetivando sêmen vermelho e amarelo, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen branco e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen branco e transparente como água… Se objetivando sêmen branco e transparente como óleo… Se objetivando sêmen branco e da cor de leite… Se objetivando sêmen branco e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen branco e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen branco e azul… Se objetivando sêmen branco e amarelo… Se objetivando sêmen branco e vermelho, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e transparente como água… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e transparente como óleo… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e da cor de leite… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e o do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e azul… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e amarelo… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e vermelho… Se objetivando sêmen da cor do soro de leite e branco, há o esforço esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen transparente como água e transparente como óleo… Se objetivando sêmen transparente como água e da cor de leite… Se objetivando sêmen transparente como água e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen transparente como água e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen transparente como água e azul… Se objetivando sêmen transparente como água e amarelo… Se objetivando sêmen transparente como água e vermelho… Se objetivando sêmen transparente como água e branco… Se objetivando sêmen transparente como água e da cor do soro de leite, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen transparente como óleo e da cor de leite… Se objetivando sêmen transparente como óleo e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen transparente como óleo e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen transparente como óleo e azul… Se objetivando sêmen transparente como óleo e amarelo… Se objetivando sêmen transparente como óleo e vermelho… Se objetivando sêmen transparente como óleo e branco… Se objetivando sêmen transparente como óleo e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen transparente como óleo e transparente como água, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen da cor do leite e da cor da coalhada… Se objetivando sêmen da cor do leite e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen da cor do leite e azul… Se objetivando sêmen da cor do leite e amarelo… Se objetivando sêmen da cor de leite e de vermelho… Se objetivando sêmen da cor de leite e branco… Se objetivando sêmen da cor do leite e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen da cor do leite e transparente como água… Se objetivando sêmen da cor do leite e transparente como óleo, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen da cor da coalhada e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen da cor da coalhada e azul… Se objetivando sêmen da cor da coalhada e amarelo… Se objetivando sêmen da cor da coalhada e vermelho… Se objetivando sêmen da cor da coalhada e branco… Se objetivando sêmen da cor da coalhada e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen da cor da coalhada e transparente como água… Se objetivando sêmen da cor da coalhada e transparente como óleo… Se objetivando sêmen da cor da coalhada e da cor do leite, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen da cor do ghee e azul… Se objetivando sêmen da cor do ghee e amarelo… Se objetivando sêmen da cor do ghee e vermelho… Se objetivando sêmen da cor do ghee e branco… Se objetivando sêmen da cor do ghee e da cor do soro de leite… Se objetivando sêmen da cor do ghee e transparente como água… Se objetivando sêmen da cor do ghee e transparente como óleo… Se objetivando sêmen da cor do ghee e da cor de leite… Se objetivando sêmen da cor do ghee e da cor da coalhada, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações conectadas com um item raiz se encerra aqui.

Três tipos de sêmen

Se objetivando sêmen azul, amarelo e vermelho, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. … Se objetivando sêmen azul, amarelo e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações não conectadas com dois itens raiz.

Se objetivando sêmen amarelo, vermelho e branco, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. … Se objetivando sêmen amarelo, vermelho e da cor do ghee, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações conectadas com dois itens raiz assim se resume.

Se objetivando sêmen da cor da coalhada, da cor do ghee e azul, há o esforço esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. … Se objetivando sêmen da cor da coalhada, da cor do ghee e da cor do leite, há o esforço esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A seção sobre dois itens raiz se encerra aqui.

Quatro a nove tipos de sêmen

As seções com base em três itens raiz, quatro itens raiz, cinco itens raiz, seis itens raiz, sete itens raiz, oito itens raiz e nove itens raiz—todos estes são expandidos da mesma forma.

Dez tipos de sêmen

Esta é a seção abrangendo todos os itens raiz:

Se objetivando sêmen azul, amarelo, vermelho, branco, da cor do soro de leite, transparente como água, transparente como óleo, da cor do leite, da cor da coalhada e da cor do ghee, há o esforço esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A seção abrangendo todos os itens raiz se encerra aqui.

Propósitos combinados com os tipos de sêmen

Se objetivando sêmen por razões de saúde e buscando obter sêmen azul, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen por razões de saúde, por razões de prazer, e buscando obter sêmen azul e amarelo, há o esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen por razões de saúde, por razões de prazer, por razões de medicamentos, buscando obter sêmen azul, amarelo e vermelho, há o esforço esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

(Desta forma todos são expandidos.)

Se objetivando sêmen por razões de saúde, por razões de prazer, por razões de medicamentos, por razão de um presente, por razão de mérito, por razão de sacrifício, por razão do paraíso, por razões de sementes, por razões de investigação, por razão de diversão, buscando obter sêmen azul, amarelo, vermelho, branco, da cor do soro de leite, transparente como água, transparente como óleo, da cor do leite, da cor da coalhada, da cor do ghee, há o esforço esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série mista de permutações se encerra aqui.

Buscando obter um tipo de sêmen, emitindo outro tipo

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor azul”, ele faz esforço e sêmen amarelo é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor azul”, ele faz esforço e sêmen vermelho é emitido… branco… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor do leite… da cor da coalhada… da cor do ghee é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações não conectadas se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor amarela”, ele faz esforço e sêmen vermelho é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor amarela”, ele faz esforço e sêmen branco é emitido… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor de leite… da cor da coalhada… da cor do ghee… azul é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A base das séries de permutações conectadas se encerra aqui.

… Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor do ghee”, ele faz esforço e sêmen azul é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor do ghee”, ele faz esforço e sêmen amarelo é emitido… vermelho… branco… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor do leite… da cor da coalhada é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A série de permutações principais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor amarela”, ele faz esforço e sêmen azul é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor vermelha… branco… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor do leite… da cor da coalhada… da cor do ghee”, ele faz esforço e sêmen azul é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A primeira rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor vermelha”, ele faz esforço e sêmen amarelo é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor branca… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor de leite… da cor da coalhada… da cor do ghee… azul”, ele faz esforço e sêmen amarelo é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A segunda rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor branca”, ele faz esforço e sêmen vermelho é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor do leite… da cor da coalhada… da cor do ghee… azul… amarelo”, ele faz esforço e sêmen vermelho é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A terceira rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor do soro de leite”, ele faz esforço e sêmen branco é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da transparente como água… transparente como óleo… da cor do leite… da cor da coalhada… da cor do ghee… azul… amarelo… vermelho”, ele faz esforço e sêmen branco é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A quarta rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor da água”, ele faz esforço e sêmen da cor do soro de leite é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen transparente como óleo… da cor do leite… da cor da coalhada… da cor do ghee… azul… amarelo… vermelho… branco”, ele faz esforço e sêmen da cor do soro de leite é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A quinta rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor do óleo”, ele faz esforço e sêmen transparente como água é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor de leite… da cor da coalhada… da cor do ghee… azul… amarelo… vermelho… branco… da cor do soro de leite”, ele faz esforço e sêmen transparente como água é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A sexta rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor do leite”, ele faz esforço e sêmen transparente como óleo é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor da coalhada… da cor do ghee… azul… amarelo… vermelho… branco … da cor do soro de leite… transparente como água”, ele faz esforço e sêmen transparente como óleo é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A sétima rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor da coalhada”, ele faz esforço e sêmen da cor do leite é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor do ghee… azul… amarelo… vermelho… branco… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo”, ele faz esforço e sêmen da cor do leite é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A oitava rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor do ghee”, ele faz esforço e sêmen da cor da coalhada é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor azul… amarelo… vermelho… branco… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor do leite”, ele faz esforço e sêmen da cor da coalhada é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A nona rodada de permutações adicionais se encerra aqui.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor azul”, ele faz esforço e sêmen da cor do ghee é emitida, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen de uma cor, “Emitirei sêmen da cor amarela… vermelho… branco… da cor do soro de leite… transparente como água… transparente como óleo… da cor do leite… da cor da coalhada”, ele faz esforço e sêmen da cor do ghee é emitido, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

A décima rodada de permutações adicionais se encerra aqui.
A série de permutações adicionais se encerra aqui.

Permutações parte 2

Se objetivando sêmen, há o esforço esforço e há a emissão de sêmen, há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão.

Se objetivando sêmen, há o esforço esforço e sêmen não é emitido, há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.

Se ele tem a intenção, mas não faz um esforço, e há a emissão de sêmen, não há ofensa.

Se ele tem a intenção, mas não faz um esforço, e sêmen não é emitido, não há ofensa.

Se ele não tem a intenção, mas ele faz um esforço, e emissão de sêmen, não há ofensa.

Se ele não tem a intenção, mas ele faz um esforço, e sêmen não é emitido, não há ofensa.

Se ele não tem a intenção, nem faz um esforço, e há a emissão de sêmen, não há ofensa.

Se ele não tem a intenção, nem faz um esforço, e sêmen não é emitido, não há ofensa.

Quando não há ofensa

Não há ofensa quando: quando se está sonhando; quando não se objetiva a emissão; o indivíduo se encontra louco; o indivíduo se encontra tomado pela dor; ele é o primeiro a cometer a ofensa.

Casos e suas respectivas decisões

Lista para memorização

Sonho, fezes, urina,
Pensamento, e água morna;
Medicamento, coçando, caminho,
Prepúcio, sauna, massagem.

Samanera, dormindo,
Coxa, apertando com o punho;
No ar, esticando, olhando,
Buraco de fechadura, friccionando com madeira.

Fluxo, lama, correndo,
Flores, lótus;
Areia, barro, água,
Cama, usando o polegar.

Detalhes do casos

Certa vez, um bhikkhu emitiu sêmen enquanto sonhava. Ele tornou-se ansioso: “Será que eu cometi uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão?” Ele informou o Abençoado. “Não há ofensa já que ocorreu enquanto se sonhava.”

Certa vez, um bhikkhu estava defecando e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Qual foi sua intenção, bhikkhu?”

“Eu não objetivava emitir, Abençoado.”

“Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu estava urinando e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu pensava um pensamento sensual e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando se pensa um pensamento sensual.”

Certa vez, um bhikkhu foi tomar banho com água morna e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Qual foi sua intenção, bhikkhu?”

“Eu não objetivava emitir, Abençoado.”

“Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, se banhava com água morna e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Você cometeu uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão”.

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, se banhava com água morna e sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu tinha uma ferida no seu pênis. Enquanto ele estava aplicando o medicamento, o sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu tinha uma ferida no seu pênis. Objetivando emitir, ele aplicou o medicamento e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, que um bhikkhu estava coçando o escroto e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, coçou seu escroto e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu estava andando por um caminho e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, caminhou ao longo de um caminho e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, agarrou seu prepúcio, urinou, e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, agarrou seu prepúcio, urinou, e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu aquecia seu ventre na sauna e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, aqueceu seu ventre na sauna e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu estava esfregando as costas de seu preceptor na sauna e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, esfregou as costas de seu preceptor na sauna e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu tinha sua coxa massageada e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, teve sua coxa massageada e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, disse para um samanera: “Pegue no meu pênis.” O samanera pegou no seu pênis e o bhikkhu emitiu sêmen. Ele tornou-se ansioso… “Há uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão”.

Certa vez, um bhikkhu pegou no pênis de um samanera que dormia e o bhikkhu emitiu sêmen. Ele tornou-se ansioso…  “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa dukkata, de transgressão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, pressionou o pênis entre suas coxas e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, pressionou seu pênis com o punho e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, sacudiu sua pélvis no ar e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu estava esticando o corpo dele e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, alongou seu corpo e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, tomado pelo desejo, olhou para as partes íntimas de uma mulher e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão. Mas um bhikkhu tomado pelo desejo não deveria olhar para as partes íntimas de uma mulher. Se ele faz, ele comete uma ofensa dukkata, de transgressão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, inseriu seu pênis em um buraco de fechadura e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, esfregou o pênis dele contra um pedaço de madeira e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu banhou suas partes contra o fluxo de água e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, banhou suas partes contra o fluxo de água e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu se divertia com lama e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, se divertia com lama e sêmen foi emitido… sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu correu na água e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, correu na água e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu se divertia com flores e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, se divertia com flores e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu andava numa plantação de lótus e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, andava numa plantação de lótus e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando a emissão, inseriu seu pênis na areia e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando a emissão, inseriu seu pênis no barro e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu borrifou água em seu pênis e sêmen foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa quando não se objetiva a emissão.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando a emissão, borrifou água em seu pênis e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, esfregou o pênis dele contra sua cama e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso… “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

Certa vez, um bhikkhu, desejando emissão, esfregou o pênis usando o polegar e sêmen foi emitido. … sêmen não foi emitido. Ele tornou-se ansioso, pensando: “O Abençoado estabeleceu uma regra de treinamento. Será que eu cometi uma ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão?” Ele informou o Abençoado. “Não há ofensa sanghadisesa, séria e que envolve a suspensão, mas há uma ofensa thullaccaya, uma ofensa grave.”

A primeira regra de treinamento sanghadisesa, sobre a emissão de sêmen, se encerra aqui.