Saṃyutta Nikāya 29.11–20

Andajadanupakara Sutta

Com o Suporte da Generosidade

Sentado a um lado, aquele bhikkhu disse para o Abençoado: “Venerável senhor, qual é a causa e a razão porque alguém, aqui, com a dissolução do corpo, após a morte, renasce na companhia dos nagas que nascem de ovos?”

“Aqui, bhikkhu, alguém age de forma ambivalente com o corpo, linguagem e mente. Ele ouviu: ‘Os nagas nascidos de ovos vivem por muito tempo, são belos e abundam em felicidade.’ Ele pensa: ‘Oh, que com a dissolução do corpo, após a morte, eu possa renascer na companhia dos nagas que nascem dos ovos!’ Ele dá alimentos … Ele dá de beber … Ele dá roupas … Ele dá um veículo … Ele dá uma grinalda … Ele dá um perfume … Ele dá um ungüento … Ele dá uma moradia … Ele dá uma lamparina. Então, com a dissolução do corpo, após a morte, ele renasce na companhia dos nagas que nascem dos ovos.”

“Essa, bhikkhu, é a causa e a razão porque alguém, aqui, com a dissolução do corpo, após a morte, renasce na companhia dos nagas que nascem de ovos.”