Saṃyutta Nikāya 46.16

Gilana (Tatiya) Sutta

Enfermo (3)

Certa ocasião, o Abençoado estava em Rajagaha, no Bambual, no Santuário dos Esquilos. Agora, naquela ocasião, o Abençoado estava doente, aflito, gravemente enfermo. Então o Venerável Maha Cunda [o irmão mais jovem do Ven. Sariputta] foi até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentou a um lado. Depois dele ter sentado o Abençoado disse:

“Recite os fatores da iluminação, Cunda.”

“Esses sete fatores da iluminação, Venerável Senhor, foram bem expostos pelo Abençoado; quando desenvolvidos e cultivados, eles conduzem ao conhecimento direto, à iluminação, a Nibbana. Quais sete? O fator da iluminação da atenção plena foi bem exposto pelo Abençoado; quando desenvolvido e cultivado, ele conduz ao conhecimento direto, à iluminação, a Nibbana … o fator da iluminação da equanimidade foi bem exposto pelo Abençoado; quando desenvolvido e cultivado, ele conduz ao conhecimento direto, à iluminação, a Nibbana. Esses sete fatores da iluminação foram bem expostos pelo Abençoado; quando desenvolvidos e cultivados, eles conduzem ao conhecimento direto, à iluminação, a Nibbana.”

“Com certeza, Cunda, esses são fatores da iluminação! Com certeza, Cunda, esses são fatores da iluminação!”

Isso foi o que disse o Venerável Maha Cunda. O Mestre aprovou. E o Abençoado se recuperou daquela enfermidade. Dessa maneira o Abençoado foi curado da sua enfermidade.