Saṃyutta Nikāya 52.9

Ambapalivana Sutta

O Bosque de Ambapali

Certa ocasião, o Venerável Anuruddha e o Venerável Sariputta estavam em Vesali no Bosque de Ambapali. Então, ao anoitecer, o Venerável Sariputta saiu do seu isolamento e foi até o Venerável Anuruddha e ambos se cumprimentaram. Quando a conversa cortês e amigável havia terminado o Venerável Sariputta sentou a um lado e disse para o Venerável Anuruddha:

“Amigo Anuruddha, as suas faculdades estão serenas, a sua complexão está pura e brilhante. Em qual permanência o Venerável Anuruddha em geral permanece?”

“Agora, amigo, em geral permaneço com a mente bem estabelecida nos quatro fundamentos da atenção plena, Quais quatro? Neste caso, amigo, permaneço contemplando o corpo como um corpo … sensações como sensações … mente como mente … objetos mentais como objetos mentais, ardente, plenamente consciente e com atenção plena, tendo colocado de lado a cobiça e o desprazer pelo mundo.

“O bhikkhu, amigo, que é um arahant, com as impurezas destruídas, que viveu a vida santa, fez o que devia ser feito, depôs o fardo, alcançou o verdadeiro objetivo, destruiu os grilhões da existência e está completamente libertado através do conhecimento supremo, em geral permanece com a mente bem estabelecida nesses quatro fundamentos da atenção plena.

“É um ganho para nós, amigo, é um grande ganho para nós, amigo, ter estado na presença do Venerável Anuruddha quando ele fez tal afirmação.”