Saṃyutta Nikāya 56.44

Kutagara Sutta

A Casa com Cumeeira

“Bhikkhus, se alguém dissesse o seguinte: ‘Sem ter penetrado a nobre verdade do sofrimento como ela na verdade é, sem ter penetrado a nobre verdade da origem do sofrimento como ela na verdade é, sem ter penetrado a nobre verdade da cessação do sofrimento como ela na verdade é, sem ter penetrado a nobre verdade do caminho que conduz à cessação do sofrimento como ela na verdade é, eu darei um fim completo ao sofrimento’—isso é impossível.

“Como, bhikkhus, se alguém dissesse o seguinte: ‘Sem ter construído o andar térreo de uma casa com cumeeira, eu irei construir o andar superior,’ isso seria impossível; da mesma forma, se alguém dissesse o seguinte: ‘Sem ter penetrado a nobre verdade do sofrimento como ela na verdade é … eu darei um fim completo ao sofrimento’—isso é impossível.

“Mas, bhikkhus, se alguém dissesse o seguinte: ‘Tendo penetrado a nobre verdade do sofrimento como ela na verdade é, tendo penetrado a nobre verdade da origem do sofrimento como ela na verdade é, tendo penetrado a nobre verdade da cessação do sofrimento como ela na verdade é, tendo penetrado a nobre verdade do caminho que conduz à cessação do sofrimento como ela na verdade é, eu darei um fim completo ao sofrimento’—isso é possível..

“Como, bhikkhus, se alguém dissesse o seguinte: ‘Tendo construído o andar térreo de uma casa com cumeeira, eu irei construir o andar superior,’ isso seria possível; da mesma forma, se alguém dissesse o seguinte: ‘Tendo penetrado a nobre verdade do sofrimento como ela na verdade é … eu darei um fim completo ao sofrimento’—isso é possível.

“Portanto, bhikkhus, um esforço deve ser feito para compreender: ‘Isto é sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a origem do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a cessação do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento.’”