Saṃyutta Nikāya 56.45

Vala Sutta

O Cabelo

Em certa ocasião, o Abençoado estava em Vesali na Grande Floresta no Salão com um pico na cumeeira. Então, ao amanhecer, o venerável Ānanda se vestiu e tomando a tigela e o manto externo, foi para Vesali para esmolar alimentos. O Venerável Ānanda viu um grande número de jovens Licchavi praticando o tiro com arco no salão de treinamento, atirando flechas a uma certa distância através de um pequeno orifício, com a ponta através da parte traseira, sem errar. Ao ver isso, lhe ocorreu o seguinte pensamento: “Esse jovens Licchavi de fato são bem treinados! Esse jovens Licchavi de fato são bem treinados, atirando flechas a uma certa distância através de um pequeno orifício, com a ponta através da parte traseira, sem errar.

Então, depois do venerável Ānanda haver esmolado em Vesali e de haver retornado, após a refeição ele foi até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentou a um lado, e relatou aquilo que ele havia visto.

O Abençoado disse:

“O que você pensa, Ānanda, o que é mais difícil e desafiador: atirar flechas a uma certa distância através de um pequeno orifício, com a ponta através da parte traseira, sem errar, ou perfurar com a ponta da flecha a ponta de um cabelo partido em sete fios?”

“É mais difícil e desafiador, venerável senhor, perfurar com a ponta da flecha a ponta de um cabelo partido em sete fios.”

“Mas, Ānanda, eles perfuram algo ainda mais difícil de perfurar aqueles que perfuram como na verdade é : ‘Isto é sofrimento’; aqueles que perfuram como na verdade é: ‘Esta é a origem do sofrimento’; aqueles que perfuram como na verdade é: ‘Esta é a cessação do sofrimento’; aqueles que perfuram como na verdade é : ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento.’

“Portanto, Ānanda, um esforço deve ser feito para compreender: ‘Isto é sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a origem do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a cessação do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento.’”