Saṃyutta Nikāya 56.51

Nakhasikha Sutta

A Ponta da Unha

Então, o Abençoado, tomando um pouco de terra com a ponta da unha, disse aos bhikkhus, “O que vocês pensam, bhikkhus? O que é maior: a pequena quantidade de terra que tomei com a ponta da unha ou o grande planeta terra?”

“Venerável senhor, o grande planeta terra é muito maior. A pequena quantidade de terra que o Abençoado tomou com a ponta da unha é quase nada. Comparado ao grande planeta terra, essa pequena quantidade de terra não é calculável, não tem comparação, não representa nem uma fração.”

“Assim também, bhikkhus, para um nobre discípulo com o entendimento consumado que penetrou as nobres verdades, o sofrimento que foi destruído e extinto é muito maior, enquanto que aquele que resta é quase nada. Comparado com a massa de sofrimento anterior que foi destruída e extinta, o que resta não é calculável, não tem comparação, não representa nem uma fração, visto que haverá no máximo sete vidas. Ele é um daqueles que compreende como na verdade é: ‘Isto é sofrimento.’ Ele compreende como na verdade é: ‘Esta é a origem do sofrimento.’ Ele compreende como na verdade é: ‘Esta é a cessação do sofrimento.’ Ele compreende como na verdade é: ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento.’

“Portanto, bhikkhus, um esforço deve ser feito para compreender: ‘Isto é sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a origem do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a cessação do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento.’”