Saṃyutta Nikāya 6.11

Sanankumara Sutta

Sanankumara

Assim ouvi. Certa ocasião, o Abençoado estava em Rajagaha às margens do rio Sappini. Então, quando a noite estava bem avançada, Brahma Sanankumara, com belíssima aparência que iluminou toda a margem do rio Sappini, se aproximou do Abençoado e depois de homenageá-lo ele ficou em pé a um lado e recitou este verso na presença do Abençoado:

“Os khattiya são os melhores dentre as pessoas,
para aqueles cujo padrão é o clã,
mas aquele com a conduta e o conhecimento consumados
é o melhor dentre devas e humanos.”

Isso foi o que o Brahma Sanankumara disse. O Mestre aprovou. Então, o Brahma Sanankumara pensando, “O Mestre me aprovou,” homenageou o Abençoado e mantendo-o à sua direita, desapareceu.