Sutta Nipāta 1.10

Alavaka Sutta

Com o Yakkha Alavaka

Assim ouvi. Em certa ocasião, o Abençoado estava em Alavi, local assombrado pelo yakkha Alavaka, quando este veio até onde o Mestre se encontrava alojado e disse a ele o seguinte:

“Venha para fora, contemplativo!”

“Está bem, amigo” disse o Buda.

“Entre, contemplativo!”

“Está bem, amigo” disse o Buda, entrando em seguida em seu alojamento. Ele repetiu duas vezes estes comandos, mas na quarta ordem o Buda respondeu:

“Eu não irei para fora lhe encontrar, amigo, faça como quiser.”

“Contemplativo, eu lhe farei uma pergunta e se você não puder respondê-la eu irei ou acabar com a sua mente, partir em dois seu coração, ou, pegando-o pelos seus pés, arremeçá-lo para o outra margem do rio Ganges.”

“Eu não vejo, amigo, ninguém neste mundo com seus devas, Maras e Brahmas, nessa geração com seus monges e brâmanes, príncipes e homens, capaz de seja acabar com minha mente, partir em dois meu coração ou, pegando-me pelos meus pés, arremeçar-me para a outra margem do rio Ganges. Apesar disto, amigo, faça a pergunta que quiser.”

Alavaka

Para os humanos neste mundo qual é a melhor riqueza?
O que, quando bem praticado, traz felicidade?
Qual o melhor dos sabores?
Como se vive uma vida que possa ser definida como a melhor?

Buda

A fé é a melhor das riquezas,
o Dhamma quando praticado traz felicidade,
a verdade certamente tem o melhor dos sabores,
e é vivendo com sabedoria que se vive da melhor forma a vida.

Alavaka

Como pode ser a correnteza atravessada?
Como é o oceano atravessado?
Como pode ser dukkha superado?
Como pode alguém se tornar puro?

É através da fé que a correnteza é atravessada.
Através da vigilância que o oceano atravessado.
Com energia dukkha é superado.
E é com sabedoria que alguém se torna puro.

Alavaka

Como pode alguém obter sabedoria?
Como pode alguém encontrar a riqueza?
Como pode a honra ser alcançada?
Como podem amigos serem feitos?
Na passagem deste mundo para o próximo,
como pode o sofrimento não ser encontrado?

Buda

Aquele que tem fé no Dhamma dos arahants
e na fruição de Nibbana
—vigilante e atento—
ouvindo com atenção os ensinamentos
obtém a sabedoria.

Aquele que age apropriadamente,
firme e esforçado,
encontra riqueza.
Através da verdade
a honra é alcançada,
e é com a prática da generosidade
que amigos são feitos.

Para aquele dotado destas quatro coisas: verdade,
virtude, coragem e generosidade,
na passagem deste mundo para o próximo,
o sofrimento não é encontrado

Agora, vá e pergunte aos demais
-os numerosos contemplativos e brâmanes-
se há para eles algo melhor que estas coisas
-verdade, generosidade, contenção e generosidade.

Alavaka

Por que deveria eu consultar com tais demais
-os numerosos contemplativos e brâmanes-
se agora eu sei por mim mesmo
os benefícios
da próxima existência?

Foi para meu benefício que Ele veio até aqui,
o Buda, fazer sua visita à Alavi.
Agora eu sei onde uma oferenda
se feita dará grande fruto.

Vilarejo após vilarejo, cidade após cidade,
seguiremos o reverenciando
aquele plenamente iluminado,
e a verdade do Dhamma perfeito.