Udāna 1.9

Ascetas

Assim ouvi. Em certa ocasião, o Abençoado estava em Gaya, em Gayasissa. E naquela ocasião, muitos ascetas—durante o período das noites frias do meio do inverno, quando a neve cai sobre Gaya—se encontravam emergindo, imergindo e saltando na água (do rio), se banhando e fazendo oferendas ao fogo, pensando: “Através disto há purificação”.

O Abençoado viu estes muitos ascetas—durante o período das noites frias do meio do inverno, quando a neve cai sobre Gaya—emergindo, imergindo e saltando na água (do rio), se banhando e fazendo oferendas ao fogo, pensando: “Através disto há purificação”.

Então, dando-se conta do significado disso, o Abençoado nessa ocasião exclamou:

“Apesar de tantos estarem se banhando aqui
Não é através da água que alguém se purifica
Alguém puro, um brâmane,
É aquele dotado da verdade e disciplina”