Udāna 7.3

Satta (pathama)

Um Ser

Assim ouvi. Certa ocasião, o Abençoado estava em Savatthi, no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Agora naquela ocasião a maioria das pessoas em Savatthi estavam apegadas excessivamente aos prazeres sensuais. Elas viviam cobiçando, desejando, atadas, apaixonadas, viciadas, embriagadas pelos prazeres sensuais.

Então, ao amanhecer, um grande número de bhikkhus se vestiram e tomando a tigela e o manto externo, foram para Savatthi para esmolar alimentos. Depois de haver esmolado em Savatthi e de haver retornado, após a refeição eles foram até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentaram a um lado e disseram: “Venerável senhor, aqui em Savatthi, a maioria das pessoas em Savatthi estão apegadas excessivamente aos prazeres sensuais. Elas vivem cobiçando, desejando, atadas, apaixonadas, viciadas, embriagadas pelos prazeres sensuais.”

Então, dando-se conta do significado disso, o Abençoado nessa ocasião exclamou:

Apegados aos prazeres sensuais, aos vínculos sensuais,
não vendo nos grilhões nada censurável,
nunca aqueles agrilhoados
cruzarão a torrente tão ampla e imensa.